Gabriela Llansol por Lucia Castello Branco

Lucia Castello Branco

Amanhã, sábado, às 11 horas, a professora de Literatura da UFMG, Lucia Castello Branco, fala sobre a obra da escritora portuguesa Gabriela Llansol aqui no Espaço TIM UFMG: O mundo está prometido ao drama-poesia. O desafio de Maria Gabriela Llansol.
 
A escritora faleceu há dois anos e seu nome vem ganhando tanto prestígio que já é comparada ao grande mito das letras lusófonas que é Fernando Pessoa.
Lucia concorda com a crescente distinção que a obra de Llansol vem ganhando nos últimos anos. “Não tenho dúvida dessa projeção. A Maria Rolim, que foi uma das primeiras editoras de Llansol, disse-me que sempre soube disso, que estava diante de uma das maiores escritoras de todos os tempos”, afirma.
A professora da UFMG tornou-se amiga de Gabriela Llansol a partir de 1992 e profunda conhecedora de sua obra. Aliás, em Belo Horizonte, o número de admiradores da portuguesa só cresce. Na Faculdade de Letras da UFMG já são mais de 20 teses, dissertações e projetos.
“Significa mais de um projeto por ano e isso é um recorde aqui na Fale. Não temos um autor, nem mesmo brasileiro, que tenha alcançado isso em vinte anos”.
Mas o que desperta tanto interesse na obra de Gabriela Llansol? Uma das explicações pode estar na relação da escritora com a palavra, radical, levada ao limite. “Ela renomeava o mundo, Fernando Pessoa em seu texto era Aossê, um falcão; Camões é Comuns”, compara a professora.
Lucia acrescenta que o texto de Llansol apresenta uma “visada ecológica” que é bastante contemporânea. Mas muito avançada porque trata da paisagem como um sexo complexo: “E nessa complexidade, precisamos ‘cruzar’ o ‘sexo da paisagem’ com o ‘sexo de ler’, outra figura llansoliana”.
Muito complicado? Nada disso. O que ela queria era que a palavra não fosse uma representação do real, mas o próprio real. Isso a levou a desenvolver um caminho próprio nas letras. Para acessar sua obra, Llansol só exige do leitor o que exigia de si mesma: uma entrega total. Pode não ser fácil, mas vale a pena. (Elionice Silva)

*foto: Foca Lisboa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: